Praga de Roseiras: Oídio, Míldio e outras

A Rosas de Jardim recebeu alunos do Curso de Agronomia da Unincor
4 de out. de 2016
12 de Outubro – Dia das Crianças
11 de out. de 2016
Exibir tudo

Praga de Roseiras: Oídio, Míldio e outras

Finalizando nossa sequência de post’s sobre as pragas em roseiras, hoje falaremos sobre Oídio, Míldio e as demais pragas.

Oídio

Os primeiros indícios são manchas esbranquiçadas que deformam as folhas. Isto ocorre por causa da ação de um fungo, que se torna mais intensa com o ar úmido. Para evitar o problema, é necessário regar a roseira diariamente, sempre de cima para baixo, para que todos os fungos sejam removidos. Se a doença agravar, recomenda-se a aplicação de fungicida sobre as rosas afetadas.

Míldio

Doença importante no cultivo de rosas, causada pelo fungo peronospora sparsa, que desenvolve com quedas bruscas de temperatura e alta umidade, causa manchas irregulares que com o desenvolvimento da doença ocasiona a perda da folha.

Como tratar os afídeos

Os afídeos são uma das pragas que mais preocupam os agricultores e silvicultores, uma vez que afetam diretamente o rendimento das plantas, retirando-lhes a sua seiva. A saúde dos caules, folhas, flores, frutos e das raízes fica seriamente comprometida e daí podem resultar inúmeros prejuízos. Para infestações mais pesadas, é necessário aplicar um jato forte de água ou pulverizar a planta com água e sabão, com o intuito de desalojar a respectiva praga. O controle deve ser preventivo, com o aumento da circulação de ar, manter a umidade a baixo de 85% e utilizar fungicidas preventivos.

Ácaros

Os ácaros causam sérios danos à roseira. Os primeiros sinais são as teias, quase imperceptíveis. Aos poucos as folhas adquirem uma cor amarelada e podem representar uma grande ameça para a saúde da planta e para pessoas que sofrem com alergias respiratórias. Para que os ácaros não se proliferem é necessário pulverizar as plantas.

Como tratar dos ácaros

Os ácaros representam uma grande ameaça para a saúde humana, uma vez que são os principais responsáveis por quadros de alergia respiratória como a rinite alérgica e a asma. Para que isto não se suceda, é fundamental pulverizar as folhas das plantas com água logo no início da manhã. Para as grandes infestações de ácaros, é necessário pulverizar as plantas com um inseticida de água e sabão ou óleo de verão.

Seca dos Ramos

Doença causada pelo fungo Phomopsis rosae, que se aproveita dos cortes de podas para entrar na planta e causa seca dos ramos podados.

Como tratar a seca dos ramos da roseira

Fazer a prevenção mergulhando as ferramentas de podas em soluções com hipoclorito de sódio (água sanitária), impedindo a disseminação do fungo, arrancar e queimar as plantas infectadas.

Insetos

É importante usar produtos adequados no combate de besouros, lagartas e vermes que podem comprometer a roseira.

Como tratar os insetos da roseira

Uma forma de combater essas pragas é usando inseticida sob as pétalas.

Tripes

Inseto minúsculo de várias cores e formatos diferentes, que raspam as folhas, hastes e flores causando deformação e inoculando vários tipos de vírus, que causam mutações e ou prejudicam o desenvolvimento da planta.

Como tratar a Tripes em roseiras

Existem vários tipos de insetos e ácaros disponíveis no mercado para o controle biológico dessa praga, podem ser utilizados também inseticidas registrados.

Pulgões

Afídeos sugadores de várias cores que sugam a seiva das plantas, causando deformações e eliminando substancias adocicadas que facilitam o desenvolvimento de fungos.

Como tratar Pulgões em roseiras

Pulverização com inseticidas ou utilização de inimigos naturais.

Lagarta

Existem vários tipos de lagartas que atam as roseiras, comem o limbo foliar, diminuindo a fotossíntese.

Como tratar lagartas em roseiras

Em pequenos jardins podem ser recolhidas manualmente e mortas, para grandes áreas podem ser controladas com fungos de controle (Dipel – produto comercial) ou com inseticidas registrados ou agroecológicos.

Resumindo, é muito importante identificar as pragas e tratá-las da forma correta, assim sua roseira estará sempre linda e exuberante.

Acompanhe nossos post’s e cuide da sua roseira como ela merece!

Assine nossa Newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *